Eu sou Mateos, professor de Química desde 1983. No início trabalhei em escolas com condições muito precárias, o que não significa que eram de baixa qualidade, mas em algumas chegava até a faltar giz. Com empenho, persistência, muito estudo e muita vontade de trabalhar, fui ascendendo e consegui dar aulas em grandes instituições na cidade de São Paulo e Osasco (minha terra natal, da qual nunca esqueço). Em 2002, fui seduzido pelo sistema Positivo de ensino, em Curitiba, uma estrutura gigantesca e muito bem organizada que onde estou até hoje.
Com isso, nesses mais de 30 anos de trajetória, conheci escolas de todos os estilos que se possa imaginar. Por isso, quando sou apresentado a uma instituição de ensino percebo imediatamente, modéstia à parte, se ela é competente ou não. Assim, tenho plena convicção em afirmar que o SUPER 10 é uma dessas escolas que vieram para ficar. Quando entrei no prédio, conversando com alguns alunos, já senti o cheiro de longevidade, pois além de ser dirigida por pessoas como os Professores Eduardo e Yeso, sérios e acima de tudo competentes, eles voltam à sua terra natal, levando suas experiências em favor dos seus alunos, o que é invejável (especialmente para mim, que desejo um dia conseguir fazer isso em Osasco).
SUPER 10 já é 10 e, indubitavelmente, será SUPER 100, SUPER 1000...
Parabéns à iniciativa e ao grande trabalho.
P.S. Em 2017, estarei aí novamente para aquela orientação de organização de horários de estudo. Não posso perder a oportunidade de participar, mesmo com esta pequena parcela, de um projeto que já nasceu vencedor.

Professor João Pedro Mateos – Professor titular de Química do Curso Positivo / Curitiba (PR). Autor do livro “Química na ponta da língua”.